Hoje é um daqueles dias, que não será fácil, não sera fácil mesmo.

Toda manhã a gente aqui, eu e vocês empreendemos um esforço de compreender as coisas, de entender o que esta acontecendo, como é que a gente chegou aqui. E esse esforço não e fácil, não e fácil mesmo. E compreender as coisas, não quer dizer que a gente aceite as coisas. Entender os mecanismo do bolsonarismo, olavismo, desse processo brutal que a gente vê, não significa que devemos aceitar esse retrocesso. Mesmo assim depois de tantos meses acompanhando o Governo de Bolsonaro e acompanhando o Bolsonaro falando um absurdo atras do outro, ele ainda consegue me surpreender.

Eu quero que vocês assintam comigo um trecho da live de ontem do Bolsonaro, no qual ele fala o seguinte. (Mostra o Video)

Trecho do video com a fala do Presidente

“Aqui para nós , seria bom se você fazer na ponta da linha, tem um hospital de campanha perto de você, tem um hospital público, né, arranja uma maneira de entrar e filmar, muita gente tá fazendo isso, mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não. Se os gastos são compatíveis ou não. Tá! isso ajuda. Tudo que chega para mim nas mídias sociais a gente faz um filtro e encaminha para….”

Ou seja, você tem um presidente que não apenas, não atuou para combater a Pandemia, para enfrentar o coronavírus, como atrapalhou, fez de tudo para estragar os esforços de combate a doença. Criou ruído desnecessário, atrapalhou, o Bolsonaro atrapalhou e graças aos atos dele, ou falta de atos dele, ele levou sim, até agora mais de 40 mil brasileiros para a morte, a gente já falou isso aqui antes, uma boa parte dessas mortes estão nas costas do Bolsonaro

E agora ele vem e sobe o nível, um sujeito que e totalmente imbecilizado e agora vai conseguir ser mais imbecilizado do que antes e propõe que seus eleitores, os seus apoiadores vão a hospitais de campanha para verificar os leitos disponíveis. Isso lembra uma cena recente que já viu aqui depois que Bolsonaro indo a hospitais, ou seja, eles vão nos pontos onde estão contagiados, pessoas lá na UTI, pessoas em estado crítico, pessoas morrendo e ele conclamam seus apoiadores irem nesses espaços de infecção, de contagio.

Eu não consigo, eu não serio, eu não consigo pensar num sujeito mais estupido do que Bolsonaro. E bem difícil, porque como eu dize não contribuir é como atrapalhar constantemente todos os dias ele da um passo para prejudicar os esforços de combate à Pandemia. E mais do que isso de ofender as pessoas que estão agora doentes, de ofender parentes das pessoas, de ofender quem já perdeu seus s parentes, assim é inconcebível o que esse homem faz todos os dias.

E como eu disse tentar entender o que trouxe essa aberração, essa monstruosidade para o poder é diferente de aceitar esse estado de coisas.

E ontem outra cena que também foi de partir o coração, foi um protesto totalmente pacifico, um protesto simbólico foram na praia de Copacabana e cavaram 100 covas, puseram 100 cruzes ali para homenagearem pessoas que já morreram, para relembrar o perigo, relembrar a tragédia que esta assolando o Brasil e que vai continuar assolando gente, nós não vimos nada ainda. O brasil já e o 2ª país com o maior número de morte do planeta, já é uns país um dos maiores números de contagiados do planeta e não chegou no pico da Pandemia.

Eu temo que ultrapassa os EUA, que foi o país mais afetado do mundo. A gente não viu nada ainda.

O grupo vai lá e faz protesto pacífico, simbólico de fato, cem cruzes na praia para mostrar as mortes do coronavírus, que já fizeram na verdade. Já tiveram outros protestos pacíficos desse modo, por pessoas vítimas de violência, ou seja, não e nada inédito. E daí bolsonaristas reproduzindo essa perversidade do Bolsonaro, poque e isso que eles fazem, vão e reproduzem essa perversidade do Bolsonaro e foram lá e derrubaram as cruzes. Daí o senhor, o seu Marcio, um taxista, morador de Copacabana estava passando por lá. Ele viu esse ato de derrubada das cruzes e foi lá e repouso as coisas nos lugares. (Video do moço na praia)

E aí quem é o Marcio? O Marcio Antônio Nascimento Filho, e um taxista, 55 anos e em abril ele perdeu um filho dele para o coronavírus. O filho dele tinha 25 anos, o Hugo. E aqui tem um video dele no dia que o filho dele faleceu (mostra o video)

Eu já falei aqui como números grandes, alta estatísticas milhares, dezenas de milhares, ou milhões de mortos nos dizem muita coisa, a gente ser humano acostumado durante milênios convivem em pequenos povoados, em pequenas tribos de poucas centenas de indivíduos não consegue assimilar um valor como 40mil mortes. É difícil fazer isso.

Então quando se tem aqui um nome Hugo de 25 anos, segundo o pai dele não tinha nenhum problema de saúde, adoeceu e em poucas semanas faleceu.

Quando se tem um nome e uma cara, (coloca a foto) vou por aqui a foto do Hugo e  do pai dele. Quando se tem um nome aqui se torna mais concreto para gente e a resposta quando ele viu o s bolsonalistas roubando as cruzes la na praia foi o seguinte:

“eu senti como eles tivesse desrespeitado o meu filho, eu não tinha nada a ver com o protesto, moro em Copacabana. Só sai de casa um pouco para caminhar. De repente vi aquele gesto de falta de respeito, empatia e compaixão. Eles não tinham o direito de impedir uma manifestação. (corte no video deu para ver que o Henry ficou emocionado)

Vou ser bem sinceros com vocês. Eu sinto muito por aquilo que vocês vão vivenciar ainda, pelo que já passaram na verdade. A gente ouvi as historias do pessoal no brasil ai, muita gente conta que parentes estão doentes ou perderam amigos e familiares. A família do meu cunhado por exemplo são 5 pessoas que estão com coronavírus. Ou seja, isso vai invade  uma proporção que nem conseguimos perceber. Mas o que mais machuca, o que mais doi em assistir essas cenas aqui e essa perversidade. E pensar em pessoas sabe? Como se houvesse brotado o mal delas.

Eu não acredito que uma pessoa seja puramente má gente, não acredito nisso. Tem pessoas cruéis, tem pessoas que são maliciosas, mas eu acho que todo mundo tem um pouquinho de bondade com seus parentes, amigos. Ninguém e totalmente mal, mas e como se as energias da maldade houvessem sido liberadas das pessoas.

A gente sempre faz referência aqui ao Fascismo, ao nazismo, aos absurdos que aconteceram nos anos 30 e 40 na Alemanha, ao holocausto, a barbárie e parece ser exagerado, para ser um saldo muito grande entre o que se passa no Brasil hoje e o holocausto. De fato, e um abismo enorme, entre 6 ou 8 milhões de Judeus executados pelo estado em um governo incompetente e maldoso que simplesmente abandona 40 mil pessoas a morte. Há um abismo por enquanto. Mas a gente sempre tem que ter esse horizonte do horror, esse horizonte da barbaria há manter as coisas em perspectivas.

Eu já mencionei aqui um artigo do Autor e filosofo da Escola de Frankfurt … que é A educação após Auschwitz. E a mensagem central do artigo dele que a gente precisa relembrar o passado, relembrar o absurdo, a gente precisa relembrar a barbárie, a gente precisa relembrar o holocausto onde milhões de mortes executados pelo nazismo para que isso nunca mais se repita. Para que nunca mais a população escolha seguir cegamente, que escolha a seguir de maneira fanatizada um político destrutivo. Que e o caso do Bolsonaro, é importante ressaltar isso e o caso do Bolsonaro. E um político e um governante totalmente destrutivo. O propósito dele, a missão dele e destruição e ele foi alguém capaz de tirar essa energia perversa das pessoas, essa energia maligna das pessoas.

Eu digo ele aqui, mas essa força, essa energia que foi despertada ao longo de 2017 e 2018 que levou a vitória do Bolsonaro. Foi uma energia capaz de extrair esses piores sentimentos dos brasileiros. Ao ponto de ter um sujeito na praia, de uma manifestação pacífica, covas e cruzes e a pessoa ir la e derrubar essas coisas.

E uma energia pervença que se a gente parar para pensar está dentro de todos nós, todos nós estamos dispostos a encontrar alguém que vai lá e canaliza nosso ódio. Todos nós estamos sujeito a isso, eu percebo isso não apenas nos bolsonaristas, mas também em pessoas da esquerda, eu percebi isso. Vou ser bem sincero aqui com você, eu percebo isso, a reação de ódio que vejo nos comentários e justamente energia perversa sendo extraída da oposição também.

Pessoa que acham que apenas a violência será capaz de deter este ódio do bolsonarismo. A gente pode pensar que somos melhores que eles, somos melhores que estas pessoas. Mas a energia perversa que também vejo na oposição, ou uma parte da oposição e o mesmo tipo de energia. Você não vai combater o ódio do bolsonarismo, você não vai combater essa perversidade sendo perverso também. Odiando o outro.

O ato do Marcio lá ……continua

Conheça meu Curso de Crochê que foi preparado com muito carinho.

Clique na foto e confira

 

Ainda não e inscrito no Canal do Youtube

inscreva no canal

Clique botão acima e se inscreva e grátis

Claudineia Antunes

Claudineia Antunes

Oi amores sejam bem vindo a nossa comunidade

Deixe seu comentário antes de sair, vou ficar feliz de saber que esteve aqui

Close

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 17.609 outros assinantes